"Quem luta, nem sempre ganha, mas quem não luta, perde sempre!"

 
Terça-feira, 30 de Janeiro de 2007
Conveniências

À um mês atrás pronunciei-me na assembleia de freguesia acerca das reuniões públicas de Junta.

Aqui fica a intervenção proferida nessa sessão:

“Sr. Presidente, continuo a não perceber o que pretendem com as reuniões públicas de Junta. No mandato anterior, ficou estipulado que estas reuniões se efectuariam sempre na última quarta-feira de cada mês às 21.30 horas, e só por razões excepcionais a data seria alterada. Quase nem eram precisos editais porque toda a gente sabia quando poderia ou não, acompanhar ou intervir nas questões relativas à vila e a actividade da Junta. Com este executivo, as reuniões públicas são quando calha num dia qualquer, e até o horário já foi às 21.00 horas, às 19.00 horas... Agora nem sei em que dia e em que horário são. Actualmente para se assistir á reunião pública de junta é necessário vir todos os dias ver as portas da Junta de freguesia para saber se está afixado o edital com a data da reunião.

O que acontece Sr. Presidente, é que quando existe vontade de promover a democracia e a participação activa dos cidadãos, existem formas e mecanismos para tentar alcançar este objectivo, da mesma forma que quando as vontades não integram estes items e os eleitos acham que apenas a eles diz respeito a governação, utilizam-se outros meios e outras formas também eficazes, mas no afastamento dos cidadãos da vida pública.

Espero que seja encontrada uma forma mais equilibrada para as datas destas reúniões do que aquela que tem sido seguida até aqui. Caso contrário parece-me que não vale a pena a lei estipular a realização de reuniões públicas mensais porque os interessados nem sabem quando elas se realizam.”

O horário escolhido para a reunião pública da Junta deste mês de Janeiro, 19.00 horas, apenas espelha uma triste realidade implementada pelo actual executivo da Junta e que se traduz num claro défice de discussão pública sobre as questões da Vila, priviligiando os métodos bombásticos como "outdors" ou "declarações" que mais tarde não apresentam sustentação.

Para o Sr. Presidente da Junta de Freguesia de Caldelas, as suas conveniências estão muito acima dos seus deveres inerentes ao cargo que ocupa, as suas conveniências estão muito acima da vontade dos Taipenses (comigo incluído) que mais que uma vez levantaram esta questão da data e hora das reuniões públicas de Junta, as suas conveniências estão muito acima dos valores de democracia e participação cívica dos Taipenses.

Com a hora escolhida, apenas presenciarão a reunião alguns acólitos avisados previamente para marcarem presença de modo a justificar que a esta hora também tem público.

Lendo a coluna do Sr. Presidente da Assembleia de Freguesia no jornal Reflexo, onde menciona como um dos desejos para 2007, voltar a ver o cidadão Taipense, Quim Vilas, regressar às sessões de Assembleias de Freguesia, direi que o Sr. Presidente da Junta, com a sua postura arrogante e turbulenta, além de afastar alguns Taipenses incómodos da Assembleia também arquitecta bem a forma de afastar outros das reuniões públicas de Junta.

Assim se pratica a democracia e se incentiva a participação dos cidadãos na vida pública cá pela vila.



publicado por vermelho vivo às 11:21
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De antoniojoaquimoliveira a 1 de Fevereiro de 2007 às 18:49
Diariamente, leio o seu bandeira-vermelha.blogs.sapo.pt blogue, como também vou lendo, casimirosilva, jsd-taipas, tiodastaipas, roteirotaipas, mantrainfo, encarnado-e-branco, listenverycarefully, luisfilipemenezes, corta-fitas, e torrecanina, todos (blogspot.com) e o pcptaipas.blogs.sapo.pt, entre outros. Vejo o n/ Reflexo Digital, com muito gosto e até suporto alguns comentários no mesmo. Até passo de vez em quando no nosso caldas-taipas.com, propriedade da n/ freguesia, embora o mesmo seja pouco interessante, por falta de dinâmica.
Vou lendo, vou observando, vou “…andando por aí…” e vejo no seu blogue uma mais valia para as Taipas.
Nele, constatamos a preocupação constante, de privilegiar as coisas da Vila. Até, numa inovação, aqueles que por uma razão ou por outra, não podem/querem estar nas assembleias de freguesia, ficam, pelos seus relatos, a par de alguns acontecimentos passados nas mesmas. A sua manifestada mágoa(?), por actos menos democráticos, compreendo-a, a mágoa, não os actos. Para quem, durante décadas, foi polindo as cadeiras das assembleias e reuniões de junta e foi ouvindo, atenta e respeitosamente, intervenções dos eleitos ou simplesmente de cidadãos, na altura participativos, é uma novidade estes casos que o senhor nos vai relatando.
Mas a cultura democrática, é algo que se vai conquistando, que se vai apreendendo ao longo dos tempos. Nas Associações, nas mesas de café, nas conversas, nas assembleias de associações ou de freguesias. Em abono da verdade, refira-se, há muita gente nova na arte, que de repente se sentiu catapultada para a ribalta e que se deslumbrou. Não é por mal, é por falta da tal cultura democrática. Outrossim, há outros bem respeitáveis – em idade e em frequência destes meios – que, pensando ser moda este tipo de intervenções, se deixem embalar/entusiasmar e, sem querer (se aperceber) apoiam esta nova democracia, que, conhecendo alguns como conheço, de outras lutas, até nem é timbre deles.
Parece-me, humildemente o afirmo, que se está a criar uma cultura de ataque e afrontamentos que, em tempo, saberemos no que irão dar. Na minha opinião, não darão em nada, excepto no escorraçamento de alguns que, como eu, já não têm idade para estas coisas.
Que nunca lhe doam os dedos e vá escrevendo mais coisas, são os meus votos.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Resistir!

Demissão!

A frase do dia

Festa da Fraternidade 201...

A Voz que Conta!

Fascismo. Cuidado eles an...

Ai Crato. Ai, Ai...

Álvaro Cunhal

O 10 de Junho

semelhanças...

arquivos

Outubro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Os meus hinos

 

 

 
Melhores adeptos do mundo