"Quem luta, nem sempre ganha, mas quem não luta, perde sempre!"

 
Domingo, 24 de Maio de 2009
Imparcialidade?!

Bem... Confesso que hoje até estava um pouco preguiçoso para escrever, mas...

Passei pelo Quiosque e lá se foi a preguiça.

Vamos ver se eu consigo traduzir isto.

O PCP assume claramente que só é possível mudar o actual estado miserável em que se encontra o nosso país através de uma ruptura com as políticas de direita seguidas ao longo dos últimos 34 anos e fortemente acentuadas por este PS Socrático nos últimos três anos e meio.

O PS, o PSD e o CDS/PP são os protagonistas que elaboram e levam à prática essa tal política de direita.

O BE é a muleta útil e necessária do sistema capitalista. Ou seja, transmitindo a imagem de portador de políticas fracturantes e alternativas, na realidade não pretende mudar nada a este sistema mas apenas dar-lhe umas pinceladas aqui e acolá e mantendo no entanto a essência do sistema. Melhor dizendo ainda: aceita perfeitamente este sistema capitalista na sua essência exploratória e desigual apenas alterando o estilo.

Os órgãos de comunicação social são hoje propriedade dos grupos económicos. Os que não o são, são públicos e foram transformados pelo actual governo em meros órgãos de informação oficial do poder dominante.

Assim, para os patrões da comunicação social, que são em simultâneo patrões em vários outros sectores da economia portuguesa, é importante que as políticas de direita se mantenham e se prolonguem por muitos e muitos anos.

Porquê?

Porque foi através dessas políticas de direita que engordaram as suas chorudas contas bancárias, que conseguiram poder suficiente para influenciar o poder político a governar e a legislar em função dos seus interesses.

Em resumo:

O grande capital quer para Portugal a continuação das políticas de direita que lhe permitam continuar a engordar os seus lucros. Encontram no PS, PSD e CDS/PP os partidos certos para atingir estes objectivos. Por isso estão do seu lado.

Encontram no BE o inútil conveniente. Não pretendendo esta força política romper com este modelo capitalista e sendo inofensiva para os seus interesses, são extraordinariamente úteis para captar os votos dos muitos descontentes com as políticas vigentes, sabendo no entanto que o seu crescimento eleitoral não causará grandes estragos às suas pretensões. Por isso o promovem.

Quanto ao PCP... Bem, aqui reside o maior problema político do grande capital. O PCP é um partido profundamente enraizado no seio do povo português, é um partido de classe, a classe trabalhadora, é um partido sério, um partido consistente nas propostas, firme ideológicamente e que não abdica da sua linha programática que consiste numa verdadeira ruptura com as políticas praticadas pelos sucessivos governos que nos têm governado e que se traduzem no favorecimento dos grandes grupos económicos e da alta finança, da subserviência aos interesses dos paises mais fortes da UE, à custa do esforço e sacrifício dos mesmos de sempre: os trabalhadores e o povo. É um partido que não abdica de lutar pela construção de uma sociedade mais justa, mais igual e mais solidária onde a riqueza produzida sirva para o benefício do país e de todos os portugueses e não apenas para o benefício de meia dúzia de capitalistas. Logo, este é o principal inimigo do capital.

E porquê todo este raciocínio?

Para perceber a razão porque os órgãos de comunicação social noticiam com todos os pormenores tudo o que diz respeito ao PS, PSD e CDS/PP.

Para perceber a razão que leva os órgãos de comunicação social a tratarem com tão grande carinho - diria mesmo: levar ao colo - o BE.

Essencialmente, para perceber a razão que leva os órgãos de comunicação social a silenciarem e ostracizarem permanentemente tudo o que diz respeito ao PCP ou à CDU.

E tudo isto surgiu através de uma simples passagem pelo quiosque porquê?

Porque ontem realizou-se a maior iniciativa política realizada em Portugal até hoje. A CDU conseguiu juntar em Lisboa 85.000 portugueses numa marcha que expressou o descontentamento e protesto contra as políticas levadas a cabo pelo PS/Sócrates nestes três anos e meio, 85.000 portugueses numa marcha que exigiu uma ruptura com o modelo político seguido nos últimos 34 anos, 85.000 portugueses que afirmaram claramente que sim! é possível uma vida melhor!, 85.000 portugueses que afirmaram a sua confiança na CDU como única alternativa credível para a mudança necessária.

Foi isto que eu vi e percebi. Foi isto que 85.000 portugueses viram e perceberam tal como eu. Lamentavelmente, não foi esta realidade informativa que eu vi espelhada na comunicação social escrita.

E o que foi que eu vi hoje na montra do quiosque?

Apenas dois exemplos. Isto:

Ou isto:

Bem... perante estas primeiras páginas, quem é que disse que a tal Marcha em que eu e mais outros cerca de 85.000 portugueses estivemos presentes existiu?!!!

 

Depois venham dizer-me que nós Comunistas temos o síndrome da marginalização pela comunicação social...

 

P.S. - Por mais que tentem silenciar-nos ou minimizar-nos e desvalorizar-nos através de sondagens e outros meios, a verdade é que a força do PCP e desta CDU não enganam ninguém! Para os duvidosos e habituais detratores, a grandiosidade da marcha deve ter-lhe provocado uma grande dor de cabeça.



publicado por vermelho vivo às 22:47
link do post | comentar | favorito

5 comentários:
De José Manuel Faria a 26 de Maio de 2009 às 18:40
Caro amigo assistiu ontem à entrevista de Crespo a Jerónimo. Não foi carinhoso o entrevistador?
Não colocou uma única pergunta embaraçosa!
Questões:
1 - O que faria o PCP no governo a capitalistas como Belmiro;
2 - De que modo o PCP terminava com 500 000 desempregados;
3 - Que UE quer o PCP;
4 - O que fazer ao euro;

Entre muitas outras.

Não deixou JS discorrer, fez bem.


De Nuno Góis a 28 de Maio de 2009 às 21:18
Excelente post! É tudo o que está aí escrito sem tirar nem pôr.
O que me chateia profundamente é saber que independentemente de um extraordinário trabalho quotidiano por todo o país e Europa, sinto que com uns media imparciais e com tempos divididos (utopia) e a força do PCP seria ainda muito, mas muito maior...

Abraços


De ComRevDe a 1 de Junho de 2009 às 01:28
O único caminho é a luta. Continuar a lutar por um povo e classe trabalhadora consciencializada, pronta a levar a reivindicação por uma vida melhor a outro patamar. Que patamar esse? A revolução!


De carlos Freitas a 6 de Junho de 2009 às 16:44
Por utod o que é dito não pode o PCP pactuar com as obras apressadas de campanha do Governo e deixar que a ic32 arrase urbanizações dentro da concelho do Seixal em nome de um interesse público que de público tem muito pouco e de privado tudo.
Para saber mais não deixe de nos visitar em: http://aquintadevaladares.blogspot.com/
Cordiais saudações


De Márcia Silva a 15 de Junho de 2009 às 00:17
Boa Noite,
Chamo-me Márcia Silva sou do Brasil e conheci seu blog hoje. Gostaria de parabenizá-lo pelas matérias e forma do blog.
Conheci-o através do blog do castendo, com quem sempre converso pois sou militante do PCdoB (partido comunista do Brasil) .
Convido-o a conhecer meu blog .

www.marciacsilva.wordpress.com
Obrigada
Márcia Silva


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Resistir!

Demissão!

A frase do dia

Festa da Fraternidade 201...

A Voz que Conta!

Fascismo. Cuidado eles an...

Ai Crato. Ai, Ai...

Álvaro Cunhal

O 10 de Junho

semelhanças...

arquivos

Outubro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Os meus hinos

 

 

 
Melhores adeptos do mundo