"Quem luta, nem sempre ganha, mas quem não luta, perde sempre!"

 
Quinta-feira, 1 de Dezembro de 2011
Regresso ao fascismo!

As imagens falam por si. Os encapotados são polícias à paisana infiltrados entre os manifestantes.

Esses mesmos polícias infiltrados instigaram e provocaram os incidentes junto ao parlamento no dia 24, dia da greve geral.

Mais tarde esses mesmos polícias espancaram e algemaram um cidadão de origem alemã. Quanto ao resto... as imagens falam por si.

A imprensa ao serviço do poder dominante vem agora dar eco a uma notícia de que esse cidadão alemão é afinal um perigoso criminoso referenciado pela INTERPOL. Só se têm esquecido de perguntar pelo polícia ferido e se já foi identificado o agressor.

Afinal, os provocadores, instigadores da violência, desordeiros e outros nomes que lhe queiram chamar, eram, nem mais nem menos que, polícias à paisana colocados estratégicamente entre os manifestantes para fazer aquele servicinho.

Ou seja: uma grande montagem dos serviços comandados pelo ministro Miguel Relvas.

Foda-se. Mas estes métodos em que é que se diferenciam dos métodos do fascismo e da PIDE?

 

Entretanto, o Diretor Nacional da PSP, aproveitando o momento e em jeito de intimidação, mostrou os dentes e avisou o povo e os trabalhadores acerca da contestação social que se adivinha no futuro:

«...Não quer dizer que nós não tenhamos que ser violentos, não quer dizer que nós não tenhamos actuações que possam vir a chocar certas pessoas, é possivel. ...Nós não andamos com bastões, nem andamos com pistolas, nem andamos com algemas, nem com escudos e etc. para mostrar que temos aquele equipamento.»
 
Esta cambada perdeu a vergonha!
Estamos no regresso acelarado ao 24 de Abril!
Se o povo o permitir. Como é óbvio.
 

 

 

 

 

 

 

 

Fotos retiradas de: 5dias.net



publicado por vermelho vivo às 14:17
link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De Gildásio Maiato a 3 de Dezembro de 2011 às 02:10
Eles andam ai á solta, infiltram-se nas manifestações pacificas, mas justas (os provocadores são policias políticos e foram perfeitamente identificados, a fazer lembrar a PIDE).
A luta pela democracia faz cada vez mais sentido.
E esta luta, é a luta do todo, contra o privilégio de uns quantos.


De geacieterietsch a 2 de Janeiro de 2012 às 23:07
Post e imagens bem elucidativos!!!!

Um abraço, camarada.


De A. Espra a 14 de Janeiro de 2012 às 15:59
Se nesse momento houvesse ali elementos dum partido operário revolucionário, anti-capitalista, certamente muitos populares iriam para a frente e fariam frente a esses policias provocadores e, sabe-se lá mais o quê.
No entanto estamos longe de ter esse partido organizado. Por isso houve ordens para sair ordeiramente dali...


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Resistir!

Demissão!

A frase do dia

Festa da Fraternidade 201...

A Voz que Conta!

Fascismo. Cuidado eles an...

Ai Crato. Ai, Ai...

Álvaro Cunhal

O 10 de Junho

semelhanças...

arquivos

Outubro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Os meus hinos

 

 

 
Melhores adeptos do mundo