"Quem luta, nem sempre ganha, mas quem não luta, perde sempre!"

 
Domingo, 18 de Janeiro de 2009
18 de Janeiro de 1934

A entrada em vigor do Estatuto do Trabalho Nacional que, inspirado na Carta del Lavoro de Mussolini, decretava a ilegalização dos sindicatos livres, a classe operária responde com a luta. As organizações sindicais convocaram para o dia 18 de Janeiro de 1934 uma greve de características insurreccionais. Tiveram lugar importantes acções grevistase manifestações em Silves, em Coimbra, em Lisboa, no Barreiro e em Setúbal. Contudo, foi na Marinha Grande que a greve, encabeçada por militantes comunistas – José Gregório e António Guerra, entre outros – e contando com a adesão maciça dos trabalhadores, atingiu maiores proporções e melhor expressou a elevada combatividade da classe operária portuguesa.

A vila esteve ocupada pelos trabalhadores durante várias horas.

A greve foi brutalmente reprimida: as forças repressivas ocuparam a Marinha Grande, espancaram e prenderam dezenas de trabalhadores. Manuel Vieira Tomé, dirigente sindical e militante do PCP, morreu nas mãos da policia política.

A partir dessa data, o PCP afirma-se definitivamente como o partido da classe operária e o grande dinamizador da luta antifascista.

 

 

in: 85 momentos de vida e luta do PCP, edições Avante!



publicado por vermelho vivo às 20:27
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 9 de Janeiro de 2009
Assassinos!!!

Em nome de um suposto direito de resposta, eis o genocídio de Gaza prepertado por Israel.

As imagens falam por si, não necessitam de comentários.

Os responsáveis por estes actos só tem um nome: ASSASSINOS!

Os hipócritas tentam a todo o custo desculpar e justificar estes actos. Entre estes hipócritas estão os governantes europeus.

Como patrono destes crimes está o maior CRIMINOSO da história contemporânea, George W. Bush que incentivou os assassinos sionistas a levar a cabo este genocídio antes de acabar o seu mandato.

Um dos maiores hipócritas é Barak Obama. Apenas foi capaz de dizer: «A morte de civis em Gaza e Israel é uma fonte de inquietação profunda para mim». Pois... Pricipalmente em Israel. Não fosse o loby judeu nos EUA um dos principais patrocinadores da sua campanha eleitoral. No entanto esfrega as mãos de contente na esperança de que tudo esteja resolvido até ao dia da sua posse.

 

Curioso que os mesmos que nos tentam fazer crer a todo o custo que este genocídio, não é um genocídio. Que esta acção por parte dos israelitas era inevitável para assegurar a paz dos civis israelitas. Que a culpa é do Hamas. Que o Hamas é um bando de terrorista. Etc, etc... São os mesmos que nos juraram a pés juntos que o Iraque estava pejado de armas de destruição maciça. Que o Iraque era o covil de terroristas islâmicos sob a liderança de Bin Laden. São os mesmos que nos tentaram provar de todas as formas que umas terras remexidas na ex-Jugoslávia eram valas comuns com as vitimas supostamente assassinadas pelo exército sérvio. São os mesmos que inventaram e nos impingiram através de imagens manipuladas uma catástrofe humanitária no Kosovo como argumento para uma intervenção armada e criminosa nos Balcãs.

São os mesmos mentirosos e hipócritas que agora falam de um suposto direito de resposta de Israel e na necessidade de encontrar a paz (depois do trabalhinho dos israelitas concluido como é óbvio).

 

Reafirmo, as imagens falam por si. Isto são actos criminosos prepertados por ASSASSINOS! Com a conivência de uma europa civilizada, a benção do criminoso Bush e a cobertura conveniente dos propagandistas da comunicação social.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

É ISTO A QUE CHAMAM DIREITO DE RESPOSTA?

 

HÁ ALGUM ARGUMENTO QUE JUSTIFIQUE O MASSACRE DE UM POVO?



publicado por vermelho vivo às 23:38
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Quarta-feira, 7 de Janeiro de 2009
Que pena...

Perdoem-me a ironia, mas a esta hora estarão os benfiquistas a pensar:

"Mas que pena não haver Olegários Benquerenças nos jogos do Benfica na UEFA?"

"Certamente ainda lá andavamos!"

 

Um árbitro que não vê um penalty daquele tamanho... Para não falar de outros lances menores.

Eu sei, eu sei. O Vitória estava a dominar e a crescer no jogo naquele momento.

Um penalty, uma expulsão, e talvez um golo do Vitória seria muito complicado para o Benfica naquela altura.

É isto o futebol português.

É por esta e muitas outras como esta que o país futebolístico "não benfiquista" se ri a bandeiras despregadas com a histeria provocada por um golo anulado por mão (que efectivamente existiu!) de um jogador do Benfica.



publicado por vermelho vivo às 23:35
link do post | comentar | favorito

Domingo, 4 de Janeiro de 2009
Com o pé direito

Começou da melhor forma o novo ano para o Vitória.

Foi um Vitória diferente para melhor aquele que vimos em Vila do Conde. uma equipa mais tranquila, mais confiante e mais objectiva.

No entanto há que reconhecer que o Rio Ave foi uma equipa muito macia e com uma disposição tática muito aberta, estes factores beneficiaram claramente o Vitória.

Pelo meio ficaram evidentes novamente alguma insegurança defensiva sempre que o Rio Ave imprimia um pouco mais de velocidade e dinâmica ao seu jogo ofensivo.

Em contrapartida foi agradável ver um Desmarets mais solto e confiante, mais ao nivel do seu real valor ou um Luis Filipe que pela primeira vez desde que chegou ao Vitória jogou futebol e que foi para mim o melhor homem do Vitória.

A vitória por 4-2 surgiu naturalmente e fiquei com a sensação de que o Vitória deu em Vila do Conde o tiro de partida para a tão esperada melhoria qualitativa do seu futebol e para um resto de época ao seu verdadeiro nível.

Espero não estar enganado.

 

 

Foto retirada do site do vitória



publicado por vermelho vivo às 22:13
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 2 de Janeiro de 2009
Cuba - 50 anos de Revolução

É homenageando a Revolução Cubana na passagem do seu 50.º Aniversário que começa o ano neste Blog.

 

A Revolução Cubana é uma referência para todos os revolucionários do mundo.

A resistência do Povo Cubano à criminosa ofensiva dos EUA ao longo destas cinco décadas, é o maior exemplo de coragem e dignidade de um povo perante a arrogância e prepotência criminosa do imperialismo.

Revolução Cubana continua a ter que resistir perante um embargo criminoso dos EUA que continuam a "borrifar-se" para todas as resoluções das Nações Unidas que condenam e exigem o fim do embargo ILEGAL a Cuba.

 

 

Leitura recomendada sobre este tema:

«O Socialismo resulta da vontade popular»  - entrevista ao embaixador da República de Cuba em Portugal, Jorge Castro Benítez.

 



publicado por vermelho vivo às 23:09
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Resistir!

Demissão!

A frase do dia

Festa da Fraternidade 201...

A Voz que Conta!

Fascismo. Cuidado eles an...

Ai Crato. Ai, Ai...

Álvaro Cunhal

O 10 de Junho

semelhanças...

arquivos

Outubro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Os meus hinos

 

 

 
Melhores adeptos do mundo