"Quem luta, nem sempre ganha, mas quem não luta, perde sempre!"

 
Sexta-feira, 4 de Maio de 2007
Assim se faz Portugal...

"Os quatro maiores bancos privados portugueses registaram um crescimento médio de 24% nos seus lucros no primeiro trimestre deste ano. Millennium bcp, Banco Espírito Santo (BES), Banco Santander Totta (BST) e Banco Português de Investimento (BPI) obtiveram resultados de 558,4 milhões de euros nos primeiros três meses de 2007, com todas estas instituições a apresentarem crescimentos na casa dos dois dígitos."

A notícia vem no “DN” de hoje.

 

O artigo não diz, mas também é verdade que em contraponto com este crescimento dos astronómicos lucros da banca, os portugueses têm cada vez menos poder de compra, que cada dia que passa são mais as famílias que não tem capacidade para pagar os empréstimos contraídos a estes mesmos bancos para compra de habitação, automóvel ou outras necessidades que vão surgindo. Que cada vez os cidadãos pagam mais pelos serviços bancários de que necessitam, como anuidades de cartão multibanco ou crédito, juros pela utilização de cartões de crédito, pagamento de cheques, taxa de manutenção de conta, etc., etc. até um simples impresso comprovativo da existência de um crédito custa num banco 25,00 euros.

O artigo não diz, mas também é verdade, que cada vez os outros portugueses, aqueles que trabalham, estão mais pobres, vivem mais inseguros devido aos altos niveis de precariedade no emprego e ao aumento do desemprego.

O artigo não diz, mas também é verdade que enquanto estes quatro bancos registam um crescimento médio de 24% nos seus lucros, os outros Portugueses, aqueles que trabalham, são obrigados a  emigrar para Espanha, procurando lá o que lhes é vedado no seu país, ou seja, ganhar o suficiente para poder ter uma vida digna, só na nossa vizinha Galiza estão neste momento cerca de 49.000 Portugueses a trabalhar.

O artigo não diz, mas também é verdade que em rota de colisão com estes lucros, existem em Portugal cerca de 1.700.000 pobres (um milhão e setecentos mil)

Mas estes lucros apresentados pela banca mostram que nem todos se dão mal com as políticas neo-liberais deste governo Sócrates/PS e remete-nos para uma frase que se pensava já em vias de extinção:

“Assim se faz Portugal, uns vão bem e outros mal!”



publicado por vermelho vivo às 18:41
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Resistir!

Demissão!

A frase do dia

Festa da Fraternidade 201...

A Voz que Conta!

Fascismo. Cuidado eles an...

Ai Crato. Ai, Ai...

Álvaro Cunhal

O 10 de Junho

semelhanças...

arquivos

Outubro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Os meus hinos

 

 

 
Melhores adeptos do mundo