"Quem luta, nem sempre ganha, mas quem não luta, perde sempre!"

 
Segunda-feira, 21 de Maio de 2007
Seis meses depois...

Seis meses depois... e centésima “postagem”

Foi a 21 de Novembro de 2006 que em jeito de brincadeira criei este blog.

Tinha por hábito antigo fazer uns rascunhos em papel sobre o que me ia na alma a cada momento, um dia decidi passar a escrever através do teclado e arquivar no PC, depois pensei, porque não num blog?
Passados seis meses, por aqui tenho destilado as minhas paixões sociais, as minhas convicções e as lutas colectivas que se vão travando diáriamente e com as quais sou totalmente solidário.

Sem querer ser crítico de ninguém nem de nada, porque cada um faz aquilo que muito bem entende e ninguém tem nada com isso, nunca pretendi nem pretendo integrar a feira de vaidades que também vai preenchendo a blogosfera. O prazer de desabafar ou exaltar através da escrita o que me vai na alma é a única recompensa que procuro.

Não posso no entanto escamotear o facto do blog ter nestes seis meses mais de 5.000 visitas. Não esqueço por isso que estou a tornar públicas as minhas opiniões e que ao escrever um artigo estou também a transmitir uma mensagem que será bem recebida por uns e criticada por outros.

 

Por este blog tem passado...

A minha paixão vitoriana e vimaranense. Assumo que não sou propriamente um adepto ferrenho do futebol, se assim fosse, com tanta corrupção, negócios escuros e golpes baixos com que o futebol nos brinda constantemente, com os interesses pessoais e financeiros que se movem nesta área, já teria abandonado tal paixão. Gosto imenso de futebol, cresci a ver o Vitória porque nasci na freguesia de Oliveira do Castelo e desde pequenino comecei a deslocar-me ao estádio sempre que o Vitória jogava em casa, mas acima de tudo, tenho orgulho na minha cidade, na sua história, nas suas gentes e na minha condição de vimaranense, como tal sou um apaixonado do Vitória como simbolo desportivo desta identidade.

 

Por este blog tem passado...

A música é algo indissociável de mim, percorri ao longo dos anos várias tendências musicais conforme as várias fases da vida que fui atravessando, desde o punk-rock ao fado passando até pelo folclóre. Consigo rever o meu percurso na vida e todas as fases através da música. Também é nela que procuro muitas vezes fed-back para o estado de espirito em que me encontro, ora de uma forma mais intíma, ora de uma forma mais extrovertida.

 

Por este blog tem passado...

Gosto e interesso-me pela vila das Taipas, da qual me considero um filho adoptivo. É com tristeza e incredulidade que vejo o (des)governo desta Vila.

O actual executivo da Junta de Freguesia do PSD/Constantino Veiga candidatou-se alicerçando a sua campanha no engano dos Taipenses com falsas promessas e propostas irrealizáveis.

Isto foi devidamente denunciado na altura pela candidatura da CDU da qual eu fazia parte, como tal, o incumprimento destas promessas já era esperado e não me surpreende.

Mas ao fim de 18 meses de governação de PSD/Constantino Veiga, outros factos que tem vindo a acontecer vão muito para além do pior que eu esperaria.

Guerras estúpidas e até uma providência cautelar desnecessária  como afrontamento à Câmara Municipal; uma carrinha comprada e devolvida sem documentos, implicando saídas e entradas de dinheiro não documentadas; pagamentos executados e facturas desaparecidas; dinheiros da feira da Cerveja supostamente no cofre mas fora das contas da Junta; desrespeito pelo estatuto do direito de oposição, que já levou até a uma queixa ao IGAT pela CDU; desrespeito pelos cidadãos e pela lei no agendamento das reuniões públicas de Junta; argumentação à base do insulto e intimidação sobre os deputados da oposição nas Assembleias de Freguesia, discriminação de cidadãos taipenses em função da sua cor política como aconteceu nas comemorações do 25 de Abril nas Taipas; Feira da Francesinha e da cerveja exclusivamente com elementos de uma juventude partidária da vila que talvez apenas por coincidência são também de cor laranja; deputados da maioria PSD/Constantino Veiga que perante irregularidadeses e suspeições claras e devidamente demonstradas, aprovam as contas sem  pestanejar ou questionar o que quer que seja...  E fico-me por aqui para não ocupar o “post” todo com este assunto.

Tudo isto é mau demais para ser verdade, só não vê quem não quer ver e estaria a trair-me a mim próprio se me mantivesse calado e despreocupado perante tão desgraçada realidade.

 

Por este blog tem passado...

As minhas convicções políticas preenchem uma parte de mim. Acredito que podemos viver numa sociedade melhor, mais justa e mais solidária e jamais deixarei de me insurgir e rebelar contra aqueles que promovem uma sociedade em oposto a este pensamento. Jamais me calarei contra as injustiças e desigualdades com que me confronto enquanto cidadão desta sociedade. Acredito que com o pequeníssimo e singelo contributo de cada um individualmente se pode formar um colectivo e que colectivamente podemos transformar para melhor a nossa Vila, a nossa cidade, o nosso país, o mundo e caminhar para uma sociedade melhor onde a liberdade não seja um direito sob vários critérios, onde a solidariedade e a fraternidade sejam princípios consagrados, em que a injustiça social e a desigualdade não tenham espaço para existir.

 

Por este blog tem passado...

Tenho um indisfarçável orgulho pelo trabalho do meu partido, o PCP, enquanto defensor dos trabalhadores portugueses e das classes mais desfavorecidas e do seu papel histórico nas conquistas alcançadas por estes. O PCP é também detentor de um património de luta e consolidação da liberdade, bem como de valores de transparência e coerência inquestionáveis. Este orgulho passa obrigatóriamente pelas minhas opiniões e por este blog.

 

Por este blog não tem passado por falta de oportunidade...

Algo de que também gosto imenso, o cinema. Quem sabe um dia destes...

 

Por este blog não tem passado nem passará...

A minha vida pessoal. Não que tenha algo a esconder, mas porque apenas a mim e à minha familia diz respeito. A vida pessoal de quem quer que seja e que também apenas aos próprios diz respeito.

 

Não é por vaidade, protagonismo ou promoção pessoal que escrevo, mas apenas enquanto cidadão atento deste mundo e desta sociedade e procurando vias que ajudem a atingir os ideais que comungo com muitos outros milhões de cidadãos do mundo.

 

Por casualidade, escrevo este “post” um dia depois de se ter consumado oficialmente o regresso do Vitória à 1.ª Liga, ou o “regresso do Rei” como foi designado, logo, um dia depois de uma das minhas paixões me ter proporcionado uma enorme alegria.

Também, no meio da preparação e mobilização para a resposta que os portugueses darão ao Governo do PS/Sócrates que com as suas políticas neoliberais tem transformado este país num calvário para o povo e os trabalhadores. No meio da preparação e mobilização para aquela que deverá ser a maior jornada de luta dos últimos anos em portugal, a GREVE GERAL DE 30 DE MAIO.

 

Finalizando, reitero e reforço um sentimento que já aqui exprimi anteriormente. As experiências e informações partilhadas, os contactos estabelecidos através da blogosfera, tem sido uma coisa extraordinária e compensadora. Sem necessitar de colocar nomes, a todos os companheiros bloguistas (ou bloguer’s, se quiserem) que tem participado nestas partilhas, deixo um agradecimento.

 

A luta continua, nos próximos dias mais no terreno que nos teclados, mas por aqui vou andando e postando. A uns agradar-lhe-á o que lêem, a outros nem por isso. Como sempre limitar-me-ei apenas a ser coerente comigo próprio, a escrever aquilo que penso, fiel aos principios e ideais em que acredito.

 



publicado por vermelho vivo às 23:03
link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De CJ a 21 de Maio de 2007 às 23:12
Força ai camarada. Espero puder vir a etse blog durante muitos «6 meses».`


De vilasdastaipas a 22 de Maio de 2007 às 12:55
Já seis meses? Como o tempo voa... Obrigado pelo seu contributo para a divulgação das Taipas, apesar de não ser dos que bebeu da água do Leão. Mas eu compreendo. Esta terra é mesmo boa e as pessoas boas, com facilidade se afeiçoam a ela. Parabéns pelo blogue.
António Joaquim Oliveira


De casimiro silva a 26 de Maio de 2007 às 23:53
Em frente com muitos mais meio(s) ano(s). Em frente com a coragem de não ficar calado. E em frente porque é, indiscutivelmente, uma mais-valia para a vila de Caldas das Taipas.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Resistir!

Demissão!

A frase do dia

Festa da Fraternidade 201...

A Voz que Conta!

Fascismo. Cuidado eles an...

Ai Crato. Ai, Ai...

Álvaro Cunhal

O 10 de Junho

semelhanças...

arquivos

Outubro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Os meus hinos

 

 

 
Melhores adeptos do mundo