"Quem luta, nem sempre ganha, mas quem não luta, perde sempre!"

 
Domingo, 1 de Julho de 2007
Manifestações e manifestações

No dia 16-6-2007, o blog canhotices publicava um artigo que dizia o seguinte:

(os negritos são opção minha)

«Alguém me pode explicar os protestos em Abrantes, hoje contra José Sócrates?
Quem esteve por detrás "daquilo"?
Em primeiro lugar ao que parece nunca os serviços de Urgência de Abrantes foram postos em causa por este governo: Pelo contrário- o que se pretendia era uma centralização dos serviços de Tomar e Torres Novas em Abrantes, com prejuízo, para toda a gente, inclusive as pessoas de Abrantes que viam o seu Hospital a ser esmagado pelos utentes das três unidades.
Para Torres Novas e Tomar ficaria apenas uma Urgência Básica - esquecendo que os três hospitais formam entre si uma única unidade complementar: o CENTRO HOSPITALAR DO MÉDIO TEJO
É por isso que a luta tem sido pela complementaridade entre os três hospitais. Em defesa dos três hospitais.
A propósito deste assunto a DORSA de Santarém emitiu um comunicado disponível em : www.santarem.pcp.pt
Esta manif. bairrista de Abrantes de hoje foi manipulada pela direita local? Ou uma encenação do PS local para travar o projecto da complementaridade?
A verdade é que no final o sr. Engenheiro fez figura de herói e acompanhado do inefável cacique abrantino Lacão disse que com Abrantes estava tudo bem, sempre esteve tudo bem... e saíu com o povo dar-lhe vivas!!!!
O que continua por resolver e isso Sócrates não revelou foi o essencial:
Como vai ser a complementaridade entre os três hospitais? Quando é que se assina o prometido protocolo?»

 

Vem isto a propósito do protesto realizado hoje por centenas de manifestantes no Porto antes do concerto de abertura da presidência portuguesa da União Europeia.

À chegada dos convidados, a maior parte dos manifestantes sopraram com força os seus apitos, enquanto outros gritaram palavras de ordem e apupos, dirigidos sobretudo aos membros do Governo português.

Quase todos os convidados, incluindo o presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, entraram pela porta principal da Casa da Música.

Curiosamente, o nosso primeiro-ministro preferiu entrar pela "porta do cavalo" fugindo assim ao encontro com os manifestantes.

 

1.º - Como diz o amigo Aristides no seu "blog do castelo": Quem se esconde do povo terá as suas razões que nós sabemos, neste caso, serem muitas e graves.

2.º - Isto confirma as dúvidas do José Manuel do "canhotices" acerca da manifestação de Abrantes.

 

Porque é que hoje o primeiro-ministro não foi ao diálogo com os manifestantes?

Porque esta não era uma manifestação encenada!!!

 

Mas que bando de figurões!



publicado por vermelho vivo às 23:32
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Resistir!

Demissão!

A frase do dia

Festa da Fraternidade 201...

A Voz que Conta!

Fascismo. Cuidado eles an...

Ai Crato. Ai, Ai...

Álvaro Cunhal

O 10 de Junho

semelhanças...

arquivos

Outubro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Os meus hinos

 

 

 
Melhores adeptos do mundo