"Quem luta, nem sempre ganha, mas quem não luta, perde sempre!"

 
Terça-feira, 30 de Outubro de 2007
Os fora (ou acima) da lei

A Assembleia Geral das Nações Unidas exortou hoje, por esmagadora maioria, os Estados Unidos a levantarem o embargo económico que mantêm há 45 anos contra Cuba.

O órgão plenário da ONU, com 192 Estados membros, adoptou uma resolução neste sentido, pela 16ª vez desde 1992, após um debate que já se tornou ritual.

O texto, adoptado por 184 votos contra quatro, com uma abstenção, intitula-se "Necessidade de levantar o bloqueio económico, comercial e financeiro imposto a Cuba pelos Estados Unidos da América".
Exorta "mais uma vez todos os Estados a absterem-se de promulgar ou aplicar" o embargo e aos que o aplicam a deixar de o fazer, "em conformidade com as obrigações que lhes impõem a Carta (das Nações Unidas) e o direito internacional que, nomeadamente, consagram a liberdade de comércio e de navegação".

Como em 2006, os quatro votos contra foram dos Estados Unidos, Israel, Palau e ilhas Marshall. A Micronésia absteve-se.
O embargo económico contra Cuba foi imposto pelos Estados Unidos em 1962, após o malogro da invasão da ilha para tentar depor o regime de Fidel Castro - o episódio da Baía dos Porcos.
Foi depois reforçado por várias vezes, nomeadamente, pela lei Helms-Burton de 1966 e com restrições às viagens de cidadãos norte-americanos a Cuba.
As resoluções da Assembleia Geral não têm um efeito vinculativo, mas reflectem a opinião internacional.

O embargo norte-americano contra Cuba é condenado por uma maioria cada vez mais alargada de Estados. Quando a primeira resolução foi apresentada, em 1992, obteve apenas 59 votos a favor. Conseguiu depois 179 votos em 2004 e 183 em 2006.

A votação realizou-se seis dias após um discurso do presidente norte-americano, George W. Bush, que afirmou a vontade de manter o embargo até uma "mudança" de regime na ilha, provisoriamente dirigida por Raul Castro desde a hospitalização do seu irmão Fidel, em Julho de 2006.

Na tribuna da Assembleia, o ministro dos Negócios Estrangeiros cubano, Felipe Perez Roque, não respondeu directamente a Bush, evocando apenas "as ameaças dos últimos dias" e precisando que "Cuba não capitulará".

O ministro cubano calculou em "pelo menos 222 mil milhões de dólares" o impacto económico do "brutal" embargo contra a ilha, desde que foi imposto, em 1962.

Notícia: LUSA

 

Algumas Notas:

1.º - Mais uma resolução condenando o BLOQUEIO CRIMINOSO e ILEGAL dos Estados Unidos a Cuba. Pela 16.ª vez os EUA mandam as resoluções da ONU às malvas.

Quando se trata de invadir os territórios com petróleo ou das suas rotas, fartam-se de abanar as resoluções da ONU que supostamente suportam as suas agressões criminosas.

2.º - Os paises que votaram contra esta resolução: EUA, Israel, e... Palau e Ilhas Marshall. E ainda a abstenção da... Micronésia.

3.º - Quem obriga estes ianques a cumprir as resoluções da ONU?

4.º - Porque é que os EUA estão acima das leis internacionais?



publicado por vermelho vivo às 18:47
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De POESIA-NO-POPULAR a 30 de Outubro de 2007 às 22:54
A lição do POVO CUBANO é um exemplo para o Mundo!
Cuba é a semente socialista que germinou e alastra a toda a América Latina.
Onde estão os DIREITOS HUMANOS,quando se impõe um embargo de 45 anos, a um POVO, cujo crime é querer ser livre e senhor do seu destino, repudiando as formas de exploração capitalista.
Se os povos do Mundo tivessem a coragem do POVO CUBANO, nenhum CÒBOY se arrogava ao direito de querer mandar no Mundo.
Viva o POVO CUBANO!
CUBA VENCERÁ.
José Manangão


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Resistir!

Demissão!

A frase do dia

Festa da Fraternidade 201...

A Voz que Conta!

Fascismo. Cuidado eles an...

Ai Crato. Ai, Ai...

Álvaro Cunhal

O 10 de Junho

semelhanças...

arquivos

Outubro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Os meus hinos

 

 

 
Melhores adeptos do mundo