"Quem luta, nem sempre ganha, mas quem não luta, perde sempre!"

 
Segunda-feira, 19 de Novembro de 2007
As Ilusões à maneira de Sócrates

José Socrates e os seus amigos, bem tentam de todas as formas e maneiras iludir-nos com os números na tentativa de escamotear o desastre e as consequências das suas políticas.

Mas com tanta trapalhada, que vai desde a conduta universitária do primeiro-ministro até ao despacho de uma concessão de 75 anos que não tem poder juridico sobre o decreto-lei já despachado anteriormente de 99 anos - vide estradas de Portugal - que a credibilidade desta gente vale o que vale.

Vale a pena ler a notícia inserida no Diário Económico de hoje e confrontá-la com  o regozijo de José Sócrates quando anunciava no final da semana passada a criação de 106.000 postos de trabalho:

 

Portugal perdeu 167 mil empregos qualificados

Luís Reis Ribeiro

 

«O desemprego continua a crescer entre os licenciados. Segundo o INE, as profissões com menor valor acrescentado continuam a ganhar peso nos números nacionais.

Há cada vez menos empregos qualificados e o desemprego continua a crescer entre os licenciados em Portugal.

Desde que o Governo de José Sócrates chegou ao poder, no primeiro trimestre de 2005, foram criados 106 mil empregos, sublinhou o primeiro-ministro na passada sexta-feira, congratulando-se com os números do Instituto Nacional de Estatística (INE) relativos ao terceiro trimestre, divulgados nesse mesmo dia. O Governo socialista tem como meta criar 150 mil empregos até final da legislatura, pelo que o número é, numa primeira leitura, positivo.

Contudo, no mesmo período houve uma destruição de 167 mil postos de trabalho com maiores qualificações – dirigentes e quadros superiores, profissionais intelectuais e científicos e técnicos de nível intermédio. Segundo o INE, eram 1,372 milhões de trabalhadores no primeiro trimestre de 2005, mas recuaram para 1,205 milhões no terceiro trimestre deste ano. Uma quebra de 12%, que fez diminuir este tipo de empregos de 27% para 23% do total.

Os especialistas garantem que estas não são boas notícias, uma vez que mostram que o modelo de crescimento mais intensivo em tecnologia e inovação não permite resolver o problema estrutural do mercado de trabalho. A conclusão é que são os empregos de menor valor acrescentado – cafés, restaurantes, engomadorias, serviços de limpeza e manutenção, ‘call centers’, serviços de vendas, escritórios – os que mais contribuem para aliviar o grave problema do desemprego.»...

Artigo completo em DE de 19-11-2007

 

A julgar pelas percentagens, podemos concluir que já só faltam destruir mais cerca de 70.000 postos de trabalho qualificado para criar mais 44.000 empregos de menor valor acrescentado e assim cumprir o prometido: 150.000 novos postos de trabalho.



publicado por vermelho vivo às 12:18
link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De gr-gr a 21 de Novembro de 2007 às 00:55

O CASTENDO, tem um post sobre esta matéria.
Como sempre magníficos textos do Eugénio Rosa.

Só falta destruir mas ele vai lá! Nós, é que não vamos a lado nenhum, com a pasmaceira do povo!
O poema do Brecht, retrata bem!

GR


De gr-gr a 21 de Novembro de 2007 às 00:57

Primeiro levaram os comunistas
Mas não me importei com isso
Eu não era comunista

Em seguida levaram alguns operários
Mas não me importei com isso
Eu também não era operário

Depois prenderam os sindicalistas
Mas não me importei com isso
Porque eu não sou sindicalista

Depois agarraram uns sacerdotes
Mas como não sou religioso
Também não me importei

Agora estão me levando
Mas já é tarde.

Bertold Brecht



Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Resistir!

Demissão!

A frase do dia

Festa da Fraternidade 201...

A Voz que Conta!

Fascismo. Cuidado eles an...

Ai Crato. Ai, Ai...

Álvaro Cunhal

O 10 de Junho

semelhanças...

arquivos

Outubro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Os meus hinos

 

 

 
Melhores adeptos do mundo