"Quem luta, nem sempre ganha, mas quem não luta, perde sempre!"

 
Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2008
O estado fantoche

Quando no dia 24 de Março de 1999 a NATO iniciou os bombardeamentos indiscriminados sobre a Jugoslávia, estava em macha a última etapa da operação mais suja, maquiavélica e sangrenta contra um país soberano europeu após a 2.ª Guerra mundial: A destruição da Jugoslávia.

No Domingo passado, deu-se como consumado o êxito da operação com o reconhecimento pelos EUA e alguns países europeus do Kosovo como país independente proclamado unilateralmente por um governo constituido por aqueles que há uns anos se constituiram em bandos de máfia e proliferaram através do tráfico de armas e da prática de terrorismo.

O reconhecimento de um país com uma população de 2 milhões de pessoas, na sua maioria albanesa, decidido unilateralmente, ao arrepio da ONU e contrariando inclusive a Resolução 1244 de Junho de 1999 do Conselho de Segurança, sem capacidade para se auto-sustentar sem o apoio permanente de países externos e que só se aguentará com uma forte presença militar da NATO, não é um acontecimento natural mas antes o corolário de uma longa ofensiva dos EUA com a conivência e participação submissa da Europa no reordenamento energético e geo-estratégico do mundo segundo os interesses americanos.

A emancipação do Kosovo não nasceu de dentro para fora mas sim de fora para dentro. O Kosovo é mais um estado fantoche criado pelos EUA e pelas potências europeias com forte contributo e grande trabalho de sapa da Alemanha, Austria, Croácia e Albânia. O seu reconhecimento derruba mais uma vez todos as convenções de direito internacional e ignora cabalmente a integridade territorial e a soberania dos Estados.

Ao contrário do Kosovo, não estão ao abrigo destas novas regras o País Basco, a Catalunha, a Córsega e muitas outras regiões em que a luta pela auto-determinação advém de um sentimento nacionalista profundo e maioritário das populações. Ao contrário do Kosovo, estas regiões tem todas as condições para se auto-sustentarem e serem donas do seu futuro. Se declararem a independência unilateralmente, serão reconhecidas pelos mesmos países que reconheceram o Kosovo???

A guerra da Jugoslávia é das conspirações mais vergonhosos e revoltantes da humanidade praticada em pleno centro da europa. Foram mortos milhares de civis, destruídas milhares de casas e infra-estruras, foi destruída a economia, foi deposto um presidente de um país soberano, foi-se ao limite de criar um tribunal fantoche para julgar apenas alguns dos envolvidos nesta guerra. Como cereja em cima do bolo, assassinaram por envenenamento o Presidente Milosevic durante o julgamento, sobre quem sabiam com absoluta certeza que jamais conseguiriam provar as falsas acusações que lhe tentavam colar, pois sabiam melhor que ninguém que tudo era uma montagem para atingir o objectivo que agora se concretiza na totalidade.

Os métodos e mentiras utilizadas para a invasão do Iraque na tentativa de impôr mais um estado fantoche, foram apenas a continuação dos métodos utilizados para o conveniente desmembramento da Jugoslávia.

Assim, e porque esta palhaçada não me deixa indiferente, antes pelo contrário, causa-me uma enorme preocupação e até alguma revolta este estado de injustiça e procedimentos anárquicos subjugado aos interesses de alguns em que está transformado o mundo, e para não ser demasiado longo neste "post", é sobre este plano maquiavélico e sujo e sobre os interesses que estiveram e estão na sua origem e argumentando o que acima escrevi, que continuarei a escrever nos próximos “post’s”.



publicado por vermelho vivo às 23:57
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De POESIA-NO-POPULAR a 22 de Fevereiro de 2008 às 00:30
Camarada Rogério
Não vamos esperar muito tempo pra o kosovo pedir, para ser integrado na Albania!
Vamos esperar para ver!
Abraço
José Manangão


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Resistir!

Demissão!

A frase do dia

Festa da Fraternidade 201...

A Voz que Conta!

Fascismo. Cuidado eles an...

Ai Crato. Ai, Ai...

Álvaro Cunhal

O 10 de Junho

semelhanças...

arquivos

Outubro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Os meus hinos

 

 

 
Melhores adeptos do mundo