"Quem luta, nem sempre ganha, mas quem não luta, perde sempre!"

 
Quarta-feira, 8 de Outubro de 2008
A crise financeira simplificada

Esta chegou-me via e-mail. Não resisti a colocá-la aqui no blog com a devida vénia ao seu autor, que desconheço.

 
Então é assim:

 

Para quem não entendeu ou não sabe bem o que é ou o que gerou a crise americana, que agora se alastra a toda a velocidade pela europa, segue um breve relato económico para todos entenderem:

 

 

O Ti Jaquim tem uma tasca, na Vila Carrapato, e decide que vai vender copos "fiados" aos seus leais fregueses, quase todos bêbados, quase todos desempregados.

Porque decide vender fiado, ele acha que pode aumentar um pouquinho o preço do quartilho e do bagaço, por conta do risco. Os clientes tesos não reclamam o novo preço.

O gerente do banco do Ti Jaquim, um ousado gestor formado em universidade famosa e de muitos pergaminhos, decide que o livrinho das dívidas da tasca do Ti Jaquim constitui, afinal, um activo recebível e rentável. Vai daí, adianta dinheiro ao Ti Jaquim, aceitando o fiado dos tesos e desempregados, entre outros créditos bons, como garantia

Descobrindo a galinha dos ovos de ouro, outros gestores igualmente muito executíveis e não menos ousados agarram nesses créditos e transformam-nos em "produtos financeiros" com nomes indecifráveis para o comum dos mortais, CDB, CDO, CCD, UTI, OVNI, SOS ou qualquer outro acrónimo financeiro que ninguém sabe exactamente o que quer dizer.

A partir daqui, outros bancos servem-se desses produtos financeiros desconhecidos mas aceites como bons e de cobrança garantida para através deles apoiar o mercado de capitais e sustentar mais e mais operações financeiras, fundos e derivados.

A origem de todo este movimento financeiro, todo mundo desconhece (os tais livrinhos das dívidas do Ti Jaquim).

A páginas tantas, esses derivados financeiros já estão à venda nos balcões de bancos e instituições de crédito de 73 países.


Tudo corre na perfeição até que... alguém descobre que os bêbados e desempregados da Vila Carrapato estão tesos e como tal não têm dinheiro para pagar as contas.
É assim que a tasca do Ti Jaquim vai à falência. E com ele toda a cadeia se fu...


Viu... é muito simples...!!!
 

P.S. - Quanto aos gestores extraordinários que apresentaram resultados fabulosos em poucos meses e ganharam prémios pelo excelente desempenho, saem de mansinho com indeminizações e reformas douradas, ou mais tarde encontram novos cargos como ministros ou secretários de estado das finanças ou do tesouro.



publicado por vermelho vivo às 00:45
link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De João Filipe Rodrigues a 1 de Novembro de 2008 às 19:57
Passei para ler e mandar um forte abraço!


De Mugabe a 5 de Novembro de 2008 às 21:01

Resultado; é preciso dar um pontapé no rabo dos neo-liberais que só favorecem o capitalismo selvagem.

Abraço camarada !


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Resistir!

Demissão!

A frase do dia

Festa da Fraternidade 201...

A Voz que Conta!

Fascismo. Cuidado eles an...

Ai Crato. Ai, Ai...

Álvaro Cunhal

O 10 de Junho

semelhanças...

arquivos

Outubro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Os meus hinos

 

 

 
Melhores adeptos do mundo