"Quem luta, nem sempre ganha, mas quem não luta, perde sempre!"

 
Sábado, 2 de Maio de 2009
Semeiam ventos... colhem tempestades!

Vital Moreira ouviu e sentiu ontem na manifestação do 1.º De Maio a revolta de alguns trabalhadores que sentem na pele as injustiças de que estão a ser vitimas pelas políticas praticadas por este governo.
Sobre este assunto, há reflexões que devem ser feitas e talvez se cheguem a algumas conclusões que não são propriamente aquelas a que muitos queriam que os portugueses chegassem.

 

Assim,

• - Em todas as imagens que vi, não vi Vital Moreira a ser agredido. Insultado sim, agredido não.

 

• - Vital Moreira pôs-se claramente a jeito do que viria a acontecer.
Vital Moreira enquanto agente e defensor das políticas de direita deste governo que têm empurrado milhares de trabalhadores para o desemprego e para o trabalho precário, conduzido milhares de famílias para o desespero e para a miséria, que têm roubado nas pensões dos reformados, não têm o direito de ignorar os efeitos das políticas que tanto defende e numa acção claramente de propaganda eleitoral inserir-se no meio daqueles que são vítimas de tal política.
A sua participação na manifestação do 1.º de Maio ao lado dos trabalhadores, dos desempregados e outros descontentes com as políticas de direita do PS/Sócrates só pode ser entendida como uma clara provocação. Logo, não há dúvida que se põs a jeito.

 

 - Esta provocação é tão clara que Vital Moreira apareceu na manifestação rodeado de  alguns seguranças. Quem não deve não teme e quem está com os trabalhadores e o povo não tem que se precaver contra eles.

 

 - Não sendo Vital Moreira sequer militante do PS, como é que estava lá a representar o PS?

 

• - Este acontecimento remete-nos para uma grande jogada eleitoral ocorrida em Portugal e curiosamente também protagonizada pelos figurantes socialistas. Em 1986 quando Mário Soares disputava a segunda volta das eleições presidencias com Freitas do Amaral, as sondagens pendiam para a vitória de Freitas do Amaral. Numa acção de campanha, Mário Soares deslocou-se à Marinha Grande, terra de grandes lutas laboriais e políticas e com forte implantação comunista. Também aí, um trabalhador revoltado com as políticas levadas a cabo por Mário Soares enquanto primeiro-ministro, demonstrou a sua revolta com um "tabefe" em Mário Soares .

A vitimização construída a partir deste incidente transformar-se-ia no grande golpe de viragem da corrente de voto e Mário Soares venceu as eleições.

 

• - Curiosamente, também aí, tal como hoje se apontaram de imediato as baterias contra o PCP e os comunistas como os responsáveis de tão condenáveis actos.

 

• - Curiosamente, ou talvez não, como hoje e em 1896, também nos tempos da ditadura salazarista, se atribuiam todos os actos naturais e legítimos de revolta do povo e dos trabalhadores a acções conspirativas dos comunistas. Estaremos a recuar no tempo?

 

• - A principal constatação que tirei do incidente foi a “pulhice” e o despudor de Vital Moreira e do PS na voz de Vitalino Canas (o que até já nem surpreende) ao apontarem imediatamente o dedo aos comunistas e à CGTP pelas “bárbaras” agressões a que o “coitadinho” do democrático Vital Moreira foi vítima.

 

• - Tal como vaticinei ontem, foi totalmente relegado para segundo plano a participação de milhares e milhares de portugueses nas comemorações do 1.º de Maio, o protesto de milhares e milhares de portugueses em desespero. Sem emprego, sem dinheiro, sem soluções para as suas vidas, com fome, e sem qualquer perspectiva de futuro.
O primeiro plano foi inteirinho para o coitadinho do Vital Moreira. Aqui sublinhe-se a astúcia destes figurantes. Conseguiram o que pretendiam. Tanto que a RTP, o órgão oficial deste governo e pago por todos nós cidadãos, ocupou nada mais nada menos que os primeiros 10 minutos do Jornal da Tarde de hoje com o incidente ocorrido ontem e com a sondagem que dá a vitória ao PS nas eleições europeias. O descontentamento dos trabalhadores e do povo... Foi pouco relevante.

 

• - Após a provocação premeditada e a consumação dos objectivos, Vital Moreira seguiu para a manifestação dos seus amigos amarelos da UGT, onde calculo foi muito bem recebido e para onde devia ter ido logo no ínicio. É entre os traidores das causas dos trabalhadores que se encontra o seu espaço e não no meio dos verdadeiros trabalhadores.

 

Finalmente, direi aquilo que a comunicação aproveitou para não dizer:
Foi um enorme 1.º De Maio! Foi uma grande jornada de protesto e uma resposta na rua dos trabalhadores contra estas políticas de direita do PS/Sócrates e defendidas submissamente por estes Vitais Moreiras que populam e gravitam à volta dos seus interesses e dos interesses que este governo protege.

 

VIVA O 1.º DE MAIO!

VIVAM OS TRABALHADORES!



publicado por vermelho vivo às 13:03
link do post | favorito

De P. a 2 de Maio de 2009 às 22:03
Este post é tão vergonhoso quanto as acções contra Vital Moreira. Grande Mário Soares que não nos deixou cair nas mãos desta gente


De António Luis Carvalho a 19 de Maio de 2009 às 21:47
"ESTE" De P. NÃO MERECE DIREITO DE RESPOSTA; PONTO FINAL PARÁGRAFO. A.L.C.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Resistir!

Demissão!

A frase do dia

Festa da Fraternidade 201...

A Voz que Conta!

Fascismo. Cuidado eles an...

Ai Crato. Ai, Ai...

Álvaro Cunhal

O 10 de Junho

semelhanças...

arquivos

Outubro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006